terça-feira, outubro 26, 2004

Alanis Morissette

poderia ter começado e terminado a sua carreira com "Jagged Little Pill" que já teria deixado o seu nome gravado e bem cravado na história da música da década de 90. E foi mesmo com este album fortíssimo que, de facto, iniciou uma carreira que ainda completará 10 anos em 2005. E completou 30 anos de idade a 1 de Junho deste ano. O que me faz prever que a cantora canadiana, do Otawa, ainda estará por cá por muitos mais albuns. É uma compositora ora revoltada, leia-se "You Oughta Know", quanto doce como prova "Head Over Feet", ou irónica, e nada melhor que "Ironic", apenas percorrendo o primeiro album. Ela sabe, como ninguém, para mim, transpôr os sentimentos que lhe vão na alma para o papel, e juntar a harmonia correcta. Absolutamente correcta.
"And everytime I scratch my nails down someone else's back
I hope you feel it ...can you feel it?" é soberbo.
É brutal. É Alanis.
Quando vi Alanis pela primeira vez no Atlântico, claro que fiquei arrasada com a má qualidade do som, mas a equipa técnica lá conseguiu ir afinando os botões durante os primeiros temas e, no geral, foi um concerto inesquecível. Simplesmente adorável, acho que sonhei com isso, foi o concerto na Aula Magna para a apresentação do penultimo albúm "Under Rug Swept". Foi brilhante, intimista, como se obriga a Aula Magna, grande sala, e foi uma surpresa quando estava à espera de um concerto acústico e ela aparece com a maquinaria toda e uma banda renovada e absolutamente perfeita. "Uninvited" foi de ir ás lágrimas. E aguardo vê-la num festival ao ar livre. Curiosamente nunca vi. Hum!, próximo Verão Alanis?!? Please...
E agora que estou a ouvir o último album "So-Called Chaos" noto uma maturidade sólida e certa, linda e serena, nesta notável mulher.


2 comentários:

A Senhora do Sul disse...

Sim... Belas as coisas serenas. Irresistíveis as mulheres sólidas.

Fica um Beijo da Senhora do Sul.


P.S - Ainda a pensar no caso... deveria ter sido mais enfática: comprido, o cabelo. Considere qualquer outra mudança. Menos ao comprimento, por favor. Belo, sereno e sólido, eu diria. É mais belo, sim. Muito belo. Muito mulher. Como a Alanis, para chamar à mesa um exemplo a propósito. :)

Silver disse...

Obrigada Senhora do Sul. Deixo-lhe um beijinho sólido e sereno, com o cabelo a crescer.