quarta-feira, março 15, 2006

Broken Music

Sting a recordar os tempos em que conseguiu comprar a sua primeira guitarra, com as economias do seu primeiro emprego; entregar leite ao domicilio com o seu pai.
Passando por todos os sapos que teve de engolir, tocando em bares e festas decadentes, com fulanos de quem até não gostava, mas que lhe ensinaram o que sabe e onde apurou (e de que maneira) a sua veia Jazz, até conhecer os dois tipos com os quais viria a criar os "Police".
E as mulheres que marcaram a sua existência até conhecer aquela que é ainda hoje a sua mulher, Trudie.
Fascinante. Absolutamente fascinante.

5 comentários:

poca disse...

todas as histórias de luta, coragem e preserverança com final feliz costumam sê-lo...
e ainda bem que as há..

Zélia disse...

Estas histórias faz-nos acreditar nos contos de fadas, onde se começa mal e acaba em "foram felizes para sempre " :)

LemonTea disse...

Ora, que bela prenda de anos!

É em Dezembro, Silverzinha! ;)

Beijos! :lol:

blue kite disse...

este livro é com certeza um bom investimento...
pena que ele quando teve em Portugal não deve ter levado boas recordações do programa do Herman. Tinah sido tudo escusado...

Silver disse...

sim poca, dão-nos força para continuar a lutar pelas nossas proprias ambições. bjinhes

Zélia, a vida deste homem é agora um conto de fadas, e é daqueles que não se sentou à sombra da bananeira. ;) Bjinhes

Lemonzinhaaaaa, está anotado. e já falta muito pouco, não? he he Muitos bjinhes para dividires por aquela miuda gira, sim?

Hey Kite,
Pode ser que este ano o Herman, (se o apanhar) lhe peça perdão de alguma forma, o que duvido. Bjinhes