quarta-feira, março 02, 2005

Sou invisível, não?

Já não é primeira, nem a décima vez, que quase me espeto contra uma parede, quando entro num WC com sensor de infra-vermelhos, e a luz não se acende logo. De facto, quase que dá para fazer o que tenho a fazer, e sair novamente sem que a treta da lâmpada se acenda. Sei que não tenho a maior massa corporal do universo, e ainda bem, mas assim, sinto-me um bocadinho... ignorada... por assim dizer. Oh sorte!

2 comentários:

Marcela disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Marcela disse...

E eu? Sempre me 'espeto' contra uma parede, com luz ou sem!

Coisa de gente doida né? :o)

.........flores! e beijos!.......